Resenha - A Submissa, de Tara Sue Me

A Submissa - capaTítulo: A Submissa
Autor: Tara Sue Me
Editora: Record
Páginas: 272
Adicione ao Skoob

Sinopse: O poderoso empresário Nathaniel West precisa saciar suas fantasias secretas e busca uma mulher com quem realizar seus desejos mais primitivos. Ao saber que ele está à procura de uma nova submissa, Abigail King, movida por um segredo do passado, não hesita em se candidatar, aceitando os termos mais perversos do sedutor Nathaniel e deixando-se levar por um mundo de luxúria e submissão, onde não há limites para o prazer. Mas nenhum dos dois imagina que esse jogo pode despertar sentimentos e sensações incontroláveis.








Banner Resenha - A Submissa A Submissa conta a história de Abby, uma jovem bibliotecária que vê em Nathaniel a oportunidade de realizar suas fantasias e desejos, buscando a satisfação que não encontrava com outras pessoas. Abby precisa arriscar, e foi com toda a sua coragem se candidatar para ser a nova submissa de Nathaniel West. Mesmo sem nenhuma experiência no assunto ela precisava tentar fazer com que aquele belo homem, com seus magnéticos olhos verdes, a escolhesse. Sim, ela queria muito isso, o desejo era intenso.
Depois de uma breve entrevista e após Nathaniel relutar um pouco porque Abby não tinha nenhum tipo de treinamento como submissa, ela acaba sendo aceita.
Todo um acordo começa a ser elaborado (horários, ginástica, meditação, caminhada, alimentação e tudo mais), um breve contrato e palavras de segurança. Acordo fechado.

Abby já conhecia um pouco sobre Nathaniel pelas revistas e jornais, mas tinha também um motivo pessoal para gostar ainda mais dele, pois em um dado momento de sua vida, quando sua mãe estava com uma dívida e o banco ameaçou executar a hipoteca, Nathaniel era do conselho diretor do banco e convenceu a todos a darem meios a mãe de Abby para salvar a casa e a dívida, mesmo sem conhece-las… Abby sabia que ele não era um cara tão durão… ele tinha um coração generoso e doce. Pensando assim, Nathaniel povoou seus sonhou e agora suas fantasias estavam se tornando realidade.
Mas será que ela também estaria realizando algum sonho secreto de Nathaniel?

escuta essa A Submissa
Assim começa a história de Abby e Nathaniel, um casal um pouco diferente dos padrões normais da sociedade. O que começa sendo apenas um relacionamento de um dominador e submissa, acaba se tornando algo um pouco mais forte, onde ambos começam a se preocupar um com o outro… Aos poucos Abby vai entrando no mundo de Nathaniel, conhecendo seus amigos e sua família. Isso não estava nos planos deles, mas acaba acontecendo de forma natural (apesar desse entrosamento assustar a ambos). Eles só esperam não se apaixonar, pois essa não é a ideia…
Será que ambos ficarão juntos ou Abby usará sua palavra de segurança?

"Quando voltei à recepção, havia uma rosa esperando por mim por cima dos livros que estivera catalogando. Uma rosa de cor creme, com as pontas tingidas de um leve rosado. Peguei e senti sua fragrância."
(pág. 108)

Apesar de toda essa ideia de submissão, em alguns momentos eles são bem cúmplices em suas aventuras, como durante o sexo na arquibancada durante a final do jogo de baseball.

Gostei bastante da leitura, sem palavras pesadas e fora do contexto como as vezes costuma acontecer em livros desse gênero. As cenas de sexo fluem naturalmente, sem nada muito impactante ou ameaçador, diria até que ele está mais para um romance hot.

Várias pessoas comentam que esse tipo de leitura foi um modismo do ano que passou, mas o público de literatura erótica sabe que esse gênero sempre esteve no mercado, a única diferença é que ele nunca foi tão falado como agora.

Então continuemos com nossas resenhas eróticas com ou sem o boom da literatura erótica. Smiley piscando

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?

Com um fundo cinza, uma gargantilha de diamantes e o título “A Submissa”,  já entendemos sobre o que se trata a história. A capa é simples e direta, mas diz a que veio. O título do livro é em alto relevo e toda a capa possui aplicação de verniz. Nas orelhas do livro encontramos um pouco sobre a história e sobre a autora. A diagramação é simples, mas muito bem cuidada. As páginas foram impressas em papel off-white o que suaviza a leitura e não cansa os olhos. A tipologia usada é a Adobe Caslon Pro, em corpo 11/13,5 e as margens são adequadas. O livro possui 272 páginas divididas em 37 capítulos.
Parabéns para a editora Record pelo belo trabalho.

Capas:
9781472208071 15777274 17407233


Tara Sue MeSobre a autora:
Tara Sue Me escreveu seu primeiro romance aos 12 anos e só vinte anos depois começou a trabalhar no segundo. Ávida leitora de todos os tipos de ficção, decidiu se aventurar em algo mais apimentado. Foi assim que surgiu a trilogia A Submissa, originalmente publicada na internet e lida por mais de 8 milhões de fãs. A autora vive atualmente em Southeastern, nos Estados Unidos, com a família, dois cachorros e um gato.

27 comentários:

  1. Realmente, só ultimamente tem se falado sobre esse tipo de literatura, mas na verdade quem gosta mesmo do estilo já o conhece há tempo. Até quem não gosta tb já sabia de sua existência (como é o meu caso, hehe). Como disse, não é meu estilo de livro. Esse negócio de sexo submisso x dominador não é minha praia, mas fiquei feliz em saber que a trama não ficou uma coisa forçada, que elas fluem naturalmente. Eu nunca digo nunca para uma leitura, então quem sabe um dia eu me aventure e experimente algo do gênero, né?! Hehe!

    Suelen Mattos
    ____________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sue
      Esse romance é intenso, mas está mais para hot do que bdsm :)
      A história é bem legal e já foi ler o segundo livro...

      Excluir
  2. Nossa! Diferente... Mesmo com todos esses lançamentos eróticos eu ainda não pareu pra ler nenhum, nem 50 Tons... Mas eu achei interessante a sua resenha, até fiquei curioso pra saber mais sobre o livro.

    Alef - Floreios e Borrões - adpiagge.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alef
      Se você quer começar a ler esse gênero, A Submissa é um bom começo.
      O 50 tons comecei a ler e parei... depois vou voltar a leitura.

      Excluir
  3. Oi,Re!
    Dentre tantos lançamentos, esse parece um romance dos "leves". Ainda não tive a oportunidade de lê-lo, mas ele já se encontra na fila de próximas leituras. Vamos ver no que vai dar.
    Bjs!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zi
      Achei esse bem leve mesmo, mas é hot e intenso ;)
      Acho que você vai gostar

      Excluir
  4. Oi Renata, este ainda não li e te confesso que até ler sua resenha, não tinha vontade de ler.
    Gostei da sua resenha, você conseguiu explicar direitinho o que podemos esperar do livro, e vou colocá-lo na minha listinha desejados. Espero conseguir ler em breve. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia
      Depois quero saber o que você achou da leitura :)

      Excluir
  5. Ainda não conhecia o livro , mas achei a trama simples e diferente, então quem sabe no futuro eu leia.
    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marla
      Se você tiver a oportunidade de ler, lê sim, acho que você vai gostar da trama :)

      Excluir
  6. Oi Re.
    Definitivamente hot não é meu estilo de leitura, mesmo sabendo que esse livro não tem cenas muito impactantes, ainda assim não consegui me interessar.

    Beijos.
    Leiturasda Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paty
      A história deles é intensa, mas sem nenhuma cena forte, está mais para hot mesmo, quase um livro da Bella Andre.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Ui ui ui... quente, quente!
    Bom livros hot estão em alta mesmo e não temos como fugir disso, alguns são extremamente interessantes, outros são uma forçação de barra, mas, no geral a gente termina sendo seduzida pela historia e pelo..aham, Protagostoso. hahaha

    Vamos embarcar nesse livro né? Só lendo pra poder chegar a um veredito, seja positivo ou negativo.

    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ni
      Eu embarquei na história e achei bem legal e intensa, o casal é bem afinado (apesar do mocinho não querer nenhum compromisso e ter alguns traumas).
      Já estou lendo o segundo livro da trilogia e em breve teremos a resenha aqui no Escuta Essa :)

      Excluir
  9. Nossaaaa outro livro que não conhecia RSrs ótima resenha.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza
      Que bom saber que trouxemos uma novidade pra você :)

      Excluir
  10. Oie Rê
    ultimamente deixei os livros hot de lado, mas "sexo na arquibancada durante a final do jogo de baseball." me deixou curiosa aqui rs
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jac
      Realmente esse casal apronta rsrs

      Excluir
  11. Oi Renata
    Uma leitura hot que me parece bem interessante :) E pela sua resenha que nos incentiva a leitura nas entrelinhas já coloquei na minha lista.
    Uffa me parece bem "caliente"
    Beijos
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Irene
      É bem caliente mesmo :)

      Excluir
  12. Eu gosto muito da capa desse livro, mas não é um livro que eu leria no momento. Já estou um pouco enjoada de livros desse gênero. Eu gosto, mas li muito em seguida uma da outra hehehhe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil
      Já vi que você já leu tantos livros seguidos desse gênero que agora está de ressaca literária :)

      Excluir
  13. Oi Renata, adorei a resenha e fiquei muito interessada no livro, parabéns pela resenha. Fiquei muito curiosa, e entrou para a minha lista de desejados.
    Beijos
    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru
      Que bom que você gostou da resenha, espero que você goste do livro, depois me conta o que você achou ;)

      Excluir
  14. Oi Renata!
    Tenho que dizer, essa personagem é meio maluquinha e forte, pois se arriscar nesse novo estilo de vida, de ser submissa. Acho que eu gostaria mais desse livro do que o segundo que falaste na outra resenha. Nesse parece que tem mais pitada de romance, claro, o sexo não deixa de está presente. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol
      Ela é maluquinha mesmo, acho que os dois são meio doidos, mas são apaixonados

      Excluir