Resenha – O Voo da Libélula, de Michel Bussi

LibélulaTítulo: O Voo da Libélula
Autor: Michel Bussi
Editora: Arqueiro 

Sinopse:  Na noite de 23 de dezembro de 1980, um avião cai na fronteira entre a França e a Suíça, deixando apenas uma sobrevivente: uma bebê de 3 meses. Porém, havia duas meninas no voo, e cria-se o embate entre duas famílias, uma rica e uma pobre, pelo reconhecimento da paternidade.
Numa época em que não existiam exames de DNA, o julgamento estende-se por muito tempo, mobilizando todo o país. Seria a menina Lyse-Rose ou Émilie? Mesmo após o veredicto do tribunal, ainda pairam muitas dúvidas sobre o caso, e uma das famílias resolve contratar Crédule Grand-Duc, um detetive particular, para descobrir a verdade. Dezoito anos depois, destroçado pelo fracasso e no limite entre a loucura e a lucidez, Grand-Duc envia o diário das investigações para a sobrevivente Lylie e decide tirar a própria vida. No momento em que vai puxar o gatilho, o detetive descobre um segredo que muda tudo. Porém, antes que possa revelar a solução do caso, ele é assassinado. Após ler o diário, Lylie fica transtornada e desaparece, deixando o caderno com seu irmão, que precisará usar toda a sua inteligência para resolver um mistério cheio de camadas e reviravoltas. Em O voo da libélula, o leitor é guiado pela escrita do detetive enquanto acompanha a angustiada busca de uma garota por sua identidade.

Banner Resenha - Resenha O Voo da Libelula O núcleo da história é simples: um bebê sobrevive a uma queda de avião, só que duas famílias com bebês do sexo feminino estavam no avião… Qual bebê teria sobrevivido então? Lyse-Rose ou Émilie?
Michel Bussi nos guia calmamente para o interior dessa trama e, através do diário de um detetive contratado para investigar o caso, acompanhamos a história que vai sendo lida e desvendada pelo irmão da sobrevivente, nos tempos atuais, dezoito anos depois.

Gradualmente vamos sendo informados sobre o que o detetive descobriu, saltamos no tempo e vemos cada acontecimento, a angustia, os erros e acertos sobre todo o caso. As informações vem aos poucos e vão afetando as duas famílias de maneiras diferentes, causando danos irreversíveis para ambas as partes.

A solução do caso... estava ali na capa do jornal, desde o dia do acidente, mas só poderia ser compreendida dezoito anos depois… essa ideia do autor foi bem bacana, imaginei varias coisas que poderiam estar na capa do jornal, mas não o que foi revelado. #pontoparaoautor.

"A solução estava ali, desde o princípio, à espera, sem pressa: era impossível encontrá-la na época, dezoito anos antes. Todo mundo tinha lido aquele jornal, todo mundo o tinha esmiuçado e analisado mil vezes, mas ninguém poderia ter adivinhado, nem em 1980 nem durante todos os anos que haviam se seguido.
A solução saltava aos olhos… com uma condição.
Uma única condição, totalmente absurda.
Abrir aquele jornal dezoito anos depois!”
(pág. 19)

Assim que li a sinopse, imaginei a solução do mistério e isso acabou sendo confirmado no final do livro #pontoparaoleitor

Mesmo assim, a história é interessante e próximo do final tudo fica mais intenso, cheio de expectativas e temos uma grande virada onde tudo se revela, esclarecendo todo o mistério. Criei uma grande expectativa em torno desse livro e esperava uma história mais repleta de ação, mas Bussi tem um estilo mais lento, guiou a história como uma música que vai subindo vagarosamente até a explosão final.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa possui aplicação de verniz no título e na libélula. A diagramação é caprichada e bem cuidada. As páginas foram impressas em papel creme, o que suaviza a leitura e não cansa os olhos, e com tipologia adequada, o que facilita a leitura. O livro possui 400 páginas divididas em 62 capítulos.
Parabéns para a editora Arqueiro pelo belíssimo trabalho.

Curiosidade:
- A história ganhará uma adaptação cinematográfica #vouassistir

Capas:

un-avion-sans-elle
en-italien9782266252713


asl-espagnol21-196x300un-avion-sans-elle01



Michel Bussi
Sobre o autor:
Michel Bussi já ganhou 15 prêmios literários e foi finalista de outras 9 premiações, tornando-se um dos mais prestigiados autores policiais franceses. Quando não escreve, atua como professor de geografia na Universidade de Rouen e como comentarista político.

17 comentários:

  1. Oi Rê,
    Fiquei bem curiosa com o livro, achei bem interessante. Anotei o nome, vou procurar ele, para ler.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kênia
      Eu também fiquei bem curiosa e não larguei até sabe o que realmente tinha acontecido

      Excluir
  2. Oi Renata, desde o lançamento do livro que estou de olho nele.
    Lendo sua resenha fiquei ainda mais curiosa para saber qual o desfecho dele.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lia
      Fiquei com vontade de sacudir o autor em alguns momentos pois queria saber logo o que tinha acontecido rsrsrsrs

      Excluir
  3. Renata, tudo joia?
    Então, quando eu vi a divulgação do livro e li a sinopse fiquei bem interessada, curiosa de verdade.
    Mas não solicitei o livro para a editora parceira, estou lendo outros na frente, queria ler resenhas e opiniões de blogueiros, e assim como tenho lido algumas resenhas desde a semana passada a sua está me deixando super curiosa nessa trama, pretendo ler, a história me apeteceu e essa capa... linda demais da conta. :D
    Beijos
    Viviane
    Razão e Resenhas

    http://vivianeblood.blogspot.com.br/2015/04/resenha-transformacao-de-raven.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vivi
      Eu também fiquei super curiosa para saber mais sobre essa história e quando comecei a ler, não parei mais até descobrir o que realmente aconteceu

      Excluir
  4. Oi Rê!
    Este livro está na minha listinha e cada vez que leio uma resenha fico a pensar o que estou esperando pra comprar? Desvendar esse mistério não vai ser mole. Mas adorarei o desafio.
    Mais uma deliciosa resenha, amei!
    bjos
    Ni

    P.S.: Tem postagem nova no blog: http://ciadoleitor.blogspot.com/2015/04/resenha-cacadores-de-james-phelan.html Te espero lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ni
      Realmente o autor me prendeu, queria saber como ia terminar a história, já estava ficando até aflita rsrsrs

      Excluir
  5. Não sei dizer se o ritmo ser lento é algo bom ou ruim. O livro é grossinho, então se a história não agradar acaba se tornando um porre. Mas espero gostar tanto quanto você! *-*

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Billy e eu", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol
      O ritmo meio lento do começo me deixou um pouco nervosa, mas depois a história fluiu ;)

      Excluir
  6. Ebaaa vai ter filme! Mais curiosa ainda para ler o livro.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza
      Eu também adoro quando virá filme *-*

      Excluir
  7. Gostei da resenha Renata. Parece ser um excelente thriller e saber que irá virar filme me deixou ainda mais instigada a lê-lo. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vanessa
      Estou ansiosa para ver o filme, acho que vai ficar bem legal!

      Excluir
  8. Menina, a primeira vez que vi a capa do livro, não dei muita ideia não. Aí ela começou a aparecer o tempo todo na minha timeline no facebook e resolvi ler a sinopse só por curiosidade. E, geeente, fiquei encantada. Esse livro parece ser ótimo, gosto de histórias assim. Sem contar que fiquei super curiosa com todo esse suspense né?!
    Não sabia que iria virar filme. Agora ficou perfeito, não vou perder de jeito nenhum!!!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  9. Olá Renata,

    Estou no início da leitura desse livro e estou gostando, agora minhas expectativas aumentaram....bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Rê!!!
    Esse não é meu estilo de leitura favorito, mas o enredo é super interessante, com certeza dará um ótimo filme que farei questão de assistir.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir