Resenha - Dama em Fuga, Meriel Fuller

Título: Dama em Fuga
Autora: Meriel Fuller
Editora: Harlequin
Sinopse: Lady Katerina de Dauntsey havia fugido. Disfarçada de dançarina de uma trupe itinerante, esconde segredos atrás de uma máscara. Entretanto, quando seu ato hipnotizante atrai a atenção da rainha Isabella, o passado de Katerina volta a assombrá-la. O nobre Lussac de Belbigny está abismado com a coragem da bela acrobata de cabelos ruivos. Consumido pelo desejo de vingança, o cavaleiro não vai deixar ninguém cruzar o seu caminho. Mas há algo na misteriosa Katerina que faz o seu coração partido bater mais forte…


Lady Katerina fugiu de sua família e um amigo seu a ajudou na fuga indo com ela viver com uma trupe de itinerantes. Katerina se apresenta como dançarina acrobata que enfeitiça e alegra a todos.
Fora das apresentações Katerina anda disfarçada de homem para não ser reconhecida, mas, um belo dia, os cavaleiros da rainha encontram Katerina e seu amigo caçador em território proibido. Eles fogem, mas o amigo de Katerina é capturado. No desespero de tentar salvar o amigo, Katerina coloca em risco seu disfarce e o nobre Lussac acaba descobrindo que por trás daquela roupa sem graça de menino se esconde uma bela mulher.

"– Você não está enganando ninguém. Qualquer idiota pode ver que você é mulher. – Ele deu uma olhada depreciativa para a figura pequena dela, vestida numa túnica larga e remendada, que disfarçava quaisquer curvas que ela pudesse possuir."
(pág. 29)

Depois de algumas confusões, Katerina e seu amigo voltam para o acampamento da trupe, mas o que eles não esperavam era que seriam convocados para se apresentarem para a rainha na noite seguinte.
Katerine não quer se apresentar, pois isso poderá colocar o seu disfarce em risco, mas ela não consegue dissuadir o organizador da trupe.
A apresentação é feita e todos ficam encantados com a apresentação de Katerina, o nobre Lussac também está assistindo e logo a reconhece como a garota da floresta.
No dia seguinte Katerina é convocada a comparecer no castelo, pois a rainha quer conhecer a bela acrobata. Mesmo pensando em fugir novamente, Katerina se vê sem saída e acaba indo se apresentar para a rainha. Neste momento a identidade de Katerina é revelada, pois uma das pessoas que estão com a rainha a reconhece. Lussac assiste a tudo e acaba sabendo de que família nobre ela pertence, mas ainda não sabe o porque dela ter fugido.

Depois de alguns problemas, beijos roubados, sensações inexplicáveis e paixões arrebatadoras, Lussac descobre o que aconteceu com Katerina e ela acaba sendo a pessoa que pode levá-lo até aqueles que ele procura para se vingar de algo que aconteceu com sua família alguns anos atrás. Lussac está em busca de vingança, Katerine busca a liberdade através da fuga e tudo acaba se emaranhando quando todos se confrontam e os segredos são revelados.

"Dama em Fuga" é um livro de época gostoso de se ler, um pouco fantasioso para a época, pois uma mulher fugir de sua família nobre e viver como um itinerante disfarçada é praticamente impossível, mas como é um romance fofo, com uma personagem feminina forte e corajosa, deixamos a liberdade artística da autora funcionar e nos permitimos viajar com ela por esse romance tão interessante e delicioso.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro? 
A capa possui aplicação de verniz (brilho). A diagramação é simples e bem cuidada. As páginas foram impressas em papel jornal o que suaviza a leitura e não cansa os olhos. O livro possui 288 páginas divididas em 20 capítulos.
Parabéns para a editora Harlequin pelo belo trabalho.

Sobre a autora: Meriel Fuller passou grande parte da sua infância cercada de livros. Após o colégio ela ia para a biblioteca da cidade onde sua mãe trabalhava e lá Meriel passava muito tempo na seção de romances históricos. O amor pelo passado veio de seu pai, um historiador amador que levava Meriel e sua irmã em longas caminhadas em busca de castelos em ruínas e vilas medievais. Merriel sempre escreveu como um hobby até que finalmente decidiu escrever um romance histórico. Quando soube que seu manuscrito seria publicado pela Harlequin, era um sonho virando realidade!

6 comentários:

  1. Oi Renata!
    Tenho esse livro mas ainda não li, estou curiosa pra saber porque a "maluquete" da Katerina fugiu da família, ela parece ser o tipo de mocinho que só se mete em confusão.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  2. Olá Renata,

    Não conhecia esse livro, parece bem interessante, gosto do gênero, só não gostei da capa, boa dica....bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Renata!

    Ainda não conhecia este livro, mas como gosto bastante de romances de época, fiquei curiosa para ler. A história parece ser bem fofa e envolvente, além disso, gostei da protagonista forte e decidida.

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Renata!
    Ah, eu adoro um bom romance histórico! Este me pareceu ser muito bom. Quero ler. Inclusive nem ligo caso a autora viaje demais numa ilusão (risos); acompanho-a mesmo assim. >.<
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Re, sua linda, tudo bem
    Saudades, demorei, mas sempre volto!!!!
    Você me deixou super curiosa para saber porque ela fugiu. E o que a família dela fez para ele a ponto de ele querer vingança!!! Será que ele conseguirá separar esse sentimento e amá-la plenamente, acho que sim..... Adoro histórias assim!!!!! Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir