Resenha – A Garota Sem Passado, de Michael Kardos

A Garota Sem PassadoTítulo: A Garota Sem Passado
Autor: Michael Kardos
Editora: Arqueiro
Sinopse:  Num domingo de setembro de 1991, Ramsey Miller deu uma festa em casa para os vizinhos. Depois, assassinou a esposa e a filha de 3 anos. Todo mundo na pacata cidade de Silver Bay conhece a história. Só que todos estão errados. A menina escapou. Sob o nome falso de Melanie Denison, ela passou os últimos quinze anos escondida com os tios numa cidadezinha remota. Nunca pôde viajar, ir a uma festa na escola ou ter internet em casa, porque Ramsey jamais foi encontrado e poderia ir atrás dela a qualquer momento. Mas, apesar das rígidas regras de segurança impostas pelos tios, Melanie se envolve com um jovem professor da escola local e engravida. Ela decide que seu filho não terá a mesma vida clandestina que ela e, para isso, volta a Silver Bay para fazer o que nem os investigadores locais, nem a polícia federal, nem o FBI conseguiram: encontrar seu pai antes que ele a encontre.


!Banner Resenha - A Garota sem PassadoA Garota Sem Passado vem com uma proposta interessante de descobrirmos o que realmente aconteceu naquele dia fatídico onde, o marido matou a esposa, a filha de três anos e desapareceu. O que a maioria das pessoas não sabem é que, a filha, Melanie, sobreviveu e passou os últimos quinze anos escondida com seus tios em uma cidade distante, usando um nome falso e sem contato com praticamente ninguém.
O medo que seu pai volte para matá-la é uma constate em sua vida e na vida de seus tios.
Mas até quando uma pessoa pode viver escondida?

Melanie precisa sair em busca de sua vida, precisa viver e correr riscos, principalmente agora que ela está grávida de seu namorado. Deixar tudo para trás e ir de encontro com sua vida real, é o seu objetivo, ela precisa mais do que tudo encontrar com seu pai e descobrir o que realmente aconteceu naquele dia e ter certeza se seu pai realmente quer matá-la ou não.

A garota sem passado - Barco - Busca
Melanie volta para Silver Bay e começa a investigar, procurar e revirar todo o seu passado e contará com a ajuda de Arthur Goodale, um senhor que morava próximo e que testemunhou todo o rebuliço daquele dia terrível. Não só Arhtur, mas todos naquela cidade pequena ficaram abalados e marcados para sempre com o que aconteceu naquela rua calma e tranquila. 
Primeiro uma festa e depois no final da noite… a tragédia. 
Mas o que Melanie irá descobrir será chocante e pior do que qualquer coisa que ela poderia ter imaginado.

"Ramsey praticamente podia enxergar a luz dentro dela: não uma luz de pureza ou inocência, mas de uma bondade essencial que as adversidades da vida ainda não tinham conseguido apagar"
(pág. 149)

A história é interessante e li o livro em apenas um dia, mas achei que o autor se estendeu demais em alguns pontos que não tinha muita relevância, acabou dando uma sensação de uma leitura extensa e cansativa sem necessidade. 
Talvez por ter entendido logo no começo do livro o que o autor tinha proposto para o final da história, eu não tenha achado o desenrolar da trama tão impactante.
O enredo é bem parecido com o do livro “O Voo da Libélula”, então quem gostou dessa história com certeza vai gostar de “A Garota Sem Passado”.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa possui aplicação de verniz (brilho) a palavra “passado”. A diagramação é caprichada e bem cuidada. As páginas foram impressas em papel creme, o que suaviza a leitura e não cansa os olhos, com tipologia adequada o que facilita a leitura. O livro possui 304 páginas divididas em 03 partes e cada parte com seus respectivos capítulos. Parabéns para a editora Arqueiro pelo belo trabalho.

Capas:
before he finds her before he finds her


Michael Kardos Sobre o autor:
Michael Kardos é escritor de romances e contos, que já foram publicados em revistas especializadas e lhe renderam diversos prêmios literários. Cresceu em Nova Jersey, formou-se em música na Universidade de Princeton e foi baterista profissional por muitos anos. Depois que terminou o doutorado, tornou-se um dos diretores do programa de escrita criativa da Universidade Estadual do Mississippi.

3 comentários:

  1. Olá Renata,


    Li e resenhei esse livro no blog, gostei bastante como também gostei do Voo da Libélula...bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Re, sua linda, tudo bem?
    Você sabe que eu tenho uma detetive amadora dentro de mim. Você disse que foi o pai, mas depois durante a investigação ela irá descobrir algo chocante, pior do que imaginava? Será que não foi o pai? Ou o motivo que está por trás do ato do pai é que irá nos surpreender? Fiquei mega curiosa e não vejo a hora de ler!!! Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro um bom suspense,e fiquei com muita vontade de conferir essa história,mesmo com as ressalvas que você delimitou,mesmo assim,acho que a trama vale a pena.

    Ótima dica.

    bjssss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir