Resenha – Um Sedutor Sem Coração, Lisa Kleypas

Um Sedutor sem coração ResenhaTítulo: Um Sedutor Sem coração (Cold-Hearted Rake) – Série Os Ravenels 01
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Sinopse: Devon Ravenel, o libertino mais maliciosamente charmoso de Londres, acabou de herdar um condado. Só que a nova posição de poder traz muitas responsabilidades indesejadas – e algumas surpresas. A propriedade está afundada em dívidas e as três inocentes irmãs mais novas do antigo conde ainda estão ocupando a casa. Junto com elas vive Kathleen, a bela e jovem viúva, dona de uma inteligência e uma determinação que só se comparam às do próprio Devon. Assim que o conhece, Kathleen percebe que não deve confiar em um cafajeste como ele. Mas a ardente atração que logo nasce entre os dois é impossível de negar. Ao perceber que está sucumbindo à sedução habilmente orquestrada por Devon, ela se vê diante de um dilema: será que deve entregar o coração ao homem mais perigoso que já conheceu?
!Banner Resenha - Um Sedutor sem coração
Sou fã dos livros da Lisa Kleypas e claro que não iria deixar de ler o primeiro livro da série Os Ravenels!! Sabe aquele livro lindinho, divertido, com todos os temperos na medida certa? Pois é, Um Sedutor sem Coração, é assim! Aquele que você pega para ler com a certeza de uma leitura que você vai amar do começo ao fim, vai se importar com cada personagem, torcer e se divertir com cada um deles. Um amor de história do jeito que só a Lisa Kleypas sabe contar.

Um Sedutor sem coração é o primeiro livro da série Os Ravenels, que conta com quatro livros ao todo. Nesse primeiro vamos conhecer os irmãos Devon e Weston, uma dupla que não faz nada da vida e só quer saber de diversão, sombra e água fresca. Quando o primo Theo morre ele deixa para Devon suas propriedades, seu título, a tutela das duas primas e da jovem viúva. Como se não bastasse toda essa complicação, as propriedades estão falidas e repletas de dívidas, fazendo com que Devon pensasse em vender tudo e deixar todos esses problemas de lado. Mas assim que ele conhece a jovem viúva, Kathleen, e as primas, Devon começa a ver todas aquela situação com outros olhos, ele não sabe explicar o porque, mas começa a ficar meio “coração mole” e resolve que vai cuidar de tudo por ali, desde a casa, os colonos, o condado, as primas e principalmente de Kathleen, por quem ele se sente logo atraído.
As primas e a viúva
Weston, irmão de Devon, não entende o que deu no seu irmão para querer abraçar tantos problemas, se ele pode simplesmente vender tudo e aproveitar a vida, com mulheres, bebidas e ócio. Weston é jovem, mas bebe tanto o dia todo e vive uma vida tão desregrada que nem parece ser tão jovem, mas estranhamente, ele também acaba se importando com aquelas pessoas, principalmente com as primas, que são tão sem noção e senso que ele nem acredita que elas existam de verdade, têm tanta falta de etiqueta e decoro que o divertem! Com toda essa atividade, surge a sensação de que ele pode ser útil, e tudo está sendo tão divertido que Weston acaba por ficar e ajudar o irmão com a propriedade e tudo mais. Todo esse trabalho acaba fazendo muito bem para saúde de Weston, ele para de beber, volta a ter o corpo esbelto de antes e a ter uma alegria e energia que nem ele mesmo sabe de onde vem.

"Parecia não haver um modo de descrever Kathleen com precisão. Ele poderia dizer que os cabelos dela eram acobreados e que os olhos de um castanho-dourado se inclinavam para cima nos cantos, como os de um gato. Mas nada disso explicava a fascinação que ela lhe despertava… a sensação de que, de algum modo, Kathleen tinha o poder de destrancar algum sentimento totalmente novo dentro dele"

Os personagens são deliciosamente divertidos, alegres e espontâneos. Devon é mais protetor e tenta manter tudo em ordem, até seu coração que teima em se apaixonar pela bela viúva do seu primo. Ele tenta controlar, mas claro que ele não consegue, né? #NãoÉSpoiler

Como dizer para coração por quem ele deve se apaixonar? Já Kathleen tem um gênio forte, é esperta, tenta a todo custo se proteger de Devon e esconder dele a atração que sente, pois ela possui um segredo que ele não pode descobrir.

As primas são um sopro de loucura e diversão, não possuem modos e nem trato social que necessitam para uma apresentação em público, tudo por ali está um verdadeiro caos, mas esses dois irmãos vão tentar colocar tudo em ordem.

Lisa Keypas nos leva através dessa história de forma divertida, romântica e suave, fazendo a gente se importar com cada personagem, dando espaço e história para cada um deles, com muito romance, segredos, reviravoltas e muito mais. É uma leitura que super recomendo!!

Quem ainda não leu, por favou leia, tenho certeza que você vai amar essa família.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa possui aplicação de verniz (brilho). A diagramação é caprichada e bem cuidada. As páginas foram impressas em papel creme, o que suaviza a leitura e não cansa os olhos, com tipologia adequada o que facilita a leitura. O livro possui 320 páginas divididas em 33 capítulos e epílogo.
Parabéns editora Arqueiro pelo belo trabalho.

Série Os Ravenels:

01 – Um Sedutor Sem Coração
02 – Uma Noiva Para Winterborne
03 – Um Acordo Pecaminoso
04 – Um Estranho Irresistível 

9788580418156.png.200x300_q85_upscale9788580418576-4.png.200x300_q85_upscale (1)captura-de-tela-2018-03-02-as-170604.png.200x300_q85_upscalecaptura-de-tela-2018-03-02-as-170136.png.200x300_q85_upscale


Lisa Kleypas
Sobre a autora:
Lisa Kleypas, vencedora do prêmio RITA, já escreveu 34 romances. Seus livros foram publicados em 28 idiomas, em diversos países. Ela mora em Washington com o marido e os dois filhos.





Arqueiro_parceria

#EscutaEssaTirinha‬ 0125 – Abduzida pela história


Sabe quando a história é tão boa que você se sente abduzida por ela?

5º Encontro Nacional de Fãs de Romances de Época

Se você também é fã de Romances de Época, não pode ficar de fora desse super Evento Nacional da Editora Arqueiro!! O evento será dia 16/06 em vários estados do Brasil e aqui no Rio de Janeiro vai ser no Shopping Rio Sul, na Livraria Saraiva das 15hs às 17hs.
Clique na imagem abaixo, escolha seu estado e confirme a sua presença no evento, na página do facebook da Arqueiro!

Evento Romances1

#EscutaEssaTirinha‬ 0123 – Livro Misterioso


Sabe quando a gente está lendo aquele livro super misterioso e não consegue parar?

Lançamentos Literários – Editora Sextante

A Editora Sextante nesse mês de maio traz ótimos lançamentos!!

Escrevi isso pra você
é uma coletânea de poemas contemporâneos sobre os diversos momentos do amor: a paixão e o encantamento dos primeiros tempos, o lento afastamento, a solidão a dois, a dor do fim e a esperança de novos começos. Reunindo cerca de 200 textos divididos em quatro partes – Sol, Lua, Estrelas, Chuva –, o poeta sul-africano Iain S. Thomas combina palavras profundas e intensas com fotografias frias e impessoais. O resultado é um livro que provoca uma explosão de sentimentos perturbadores e conflitantes, mas totalmente familiares a qualquer pessoa que já tenha amado e sofrido pelo menos uma vez.

A Curvatura da Banana, neste novo livro, Marcos Costa, consagrado autor de "História do Brasil para quem tem pressa", apresenta uma espécie de doença social que acomete o Brasil desde a chegada dos portugueses e nos impede de construir um projeto de nação. Relembrando fatos históricos conhecidos de todos nós, ele delineia as circunstâncias em que foi lançada a pedra fundamental que vem baseando nosso cotidiano ao longo dos últimos 500 anos e levanta questões que nos farão refletir sobre que país desejamos para os próximos cinco centenários.

Nathalia Arcuri
é criadora do Me Poupe! , maior canal de finanças do mundo no YouTube. Os fãs do canal Me Poupe! não vão se decepcionar. Nathalia Arcuri venceu o desafio de levar para o papel a linguagem que se tornou sua marca registrada, o que deve fidelizar multidões e reforçar o propósito de seu trabalho.

Gostaram dos lançamentos?      
Vamos saber mais um pouco sobre ele?


Escrevi isso pra vocêTítulo: Escrevi isso pra você
Autor: Iain S. Thomas
Editora: Arqueiro
Sinopse: Conhecido nas redes sociais pelo pseudônimo pleasefindthis, o autor começou sua trajetória na internet, publicando poemas e fotos em seu blog pessoal. Com o tempo, seu trabalho ganhou repercussão, se transformou em livro e encantou milhares de leitores ao redor do mundo. Com extrema delicadeza, Escrevi isso pra você expõe a natureza frágil das relações humanas e as nuances líricas e obscuras do amor.



a curvatura da bananaTítulo: A Curvatura da Banana
Autor: Marcos Costa
Editora: Arqueiro
Sinopse:

A recorrência, no Brasil, das relações espúrias entre governo e empresários ao longo de 500 anos de nossa história e a consequente falta de distinção entre o público e o privado devem ser objeto de uma reflexão profunda, por serem a vertente de nosso descompasso com a civilização, de nosso eterno voo de galinha como nação, de toda a nossa tragédia cotidiana. Tendo a sociedade brasileira sido constituída desde o início da forma que foi, o resultado não poderia ter sido outro. É da natureza de um sistema completamente descompromissado com um projeto de nação gerar uma sociedade também extremamente personalista, cuja peculiaridade é a prevalência da parte sobre o todo. Assim como é da natureza da bananeira gerar um fruto como a banana, com todas as suas características, inclusive sua curvatura peculiar. A corrupção está para o tipo de sociedade, de política e de economia que se praticam no Brasil como a sua curvatura peculiar está para a banana, ou seja, é sua mais primária natureza, sua genética, seu destino e sua disposição natural. Enquanto não houver uma nação, não haverá povo, não haverá cidadania. Assim como enquanto cultivarmos bananeiras não iremos colher outro fruto senão bananas.” – Marcos Costa



9788543105819_1Título: Me Poupe
Autor: Nathalia Arcuri
Editora: Arqueiro
Sinopse:

Como economizar no dia a dia? Como poupar mesmo ganhando pouco? Quais são os melhores (e os piores) investimentos? Como poupar para o futuro sem abrir mão dos desejos e necessidades do presente? Sei que você tem muitas dúvidas sobre o que fazer com o seu dinheiro. Sei também que muita gente simplesmente não faz nada com ele – a não ser pagar contas e juntar moedinhas para chegar até o fim do mês. É por isso que estou aqui.

Qual ou quais vocês gostaram mais?
Conta pra gente