Resenha - Filme - O Noivo da minha Melhor Amiga, 2011

Título Original: Something Borrowed
Título: O Noivo da minha Melhor Amiga
Gênero: Comédia Romântica
Ano de Lançamento: 2011
País de Origem: EUA
Direção: Luke Greenfield
Duração: 103 min
Elenco: Kate Hudson, Ginnifer Goodwin, Colin Egglesfield, Ashley Williams, Steve Howey, Peyton List, John Krasinski.
Adicione ao Filmow

Sinopse:
Rachel, uma advogada muito certinha, está prestes a completar 30 anos. Na comemoração, ela acaba bebendo demais e vai para a cama com Dex, amigo de faculdade e também noivo da sua melhor amiga Darcy. Sentindo-se péssima com a situação, as coisas parecem piorar a cada momento, pois Rachel será madrinha do casamento e vai ter que lidar com os preparativos da festa, seus sentimentos por Dex e ainda, a sua amizade cultivada desde a infância com a noiva traída.

Resenha:
Domingo chuvoso e com jeitinho de filme romântico no final da tarde.
Resolvi ver o filme "O noivo da minha melhor amiga". O filme conta a história de duas amigas que cultivam uma grande amizade desde a infância, são super unidas e estão sempre juntas em tudo.
Darcy é super alegre, festeira, meio burrinha, bem extrovertida e fútil. Já Rachel é uma advogada complicada e perfeitinha, está completando 30 anos e em sua festa de aniversário "surpresa" preparada pela Darcy, ela se sente um pouco velha, sozinha, com o relógio biológico correndo contra o tempo. Acaba bebendo um pouco além da conta e termina a noite junto com Dex, o noivo da amiga.

Então começa o tema do filme "ela dormiu com o noivo da amiga", e em certos momentos, Rachel tem uns flashbacks e vai relembrando da época em que ela conheceu Dex e descobrimos que Rachel conheceu primeiro o Dex e que foi ela que o apresentou para Darcy. Não entendi porque Rachel não comentou naquele momento para a amiga que ela estava a fim do Dex. Em vez de fazer isso, ela abriu espaço para a amiga poderosa, agindo como se não tivesse interesse no Dex.
Rachel parece estar sempre com uma eterna baixo estima, não se achando boa ou bonita suficiente para alguém, então continuou mantendo seu amor platônico por Dex.

Está aí um casal bem idiota, Rachel e Dex são dois personagens bem sem iniciativa, ambos deixam as coisas acontecerem, não falam nada, não agem, e demoram demais para lutarem pelos seus sentimentos, e nessa de não saberem o que realmente querem enrolam a vida das outras pessoas.

A Darcy com toda futilidade dela, acaba até sendo um pouco mais honesta do que Rachel, quando conta que está gostando do Marcos, porque entre as duas não deveria haver segredos...

É um filme bem mediano. Estabelece o conflito logo no começo e vai se desenvolvendo de maneira lenta e sem criatividade. Vai se arrastando e em um dado momento você pensa "acaba logo" pois parece que ele não tem mais muito o que mostrar, somente aquelas intermináveis cenas do Central Park e imagens aéreas de Nova York, tudo bem clichê.
O casal Rachel e Dex não parecem estar em sintonia e apaixonados, os dois não possuem carisma e isso é crucial em um par romântico. Faltando isso, o filme fica insosso.
Um ponto positivo e que alegra e traz vida para o filme é quando aparece o John  Krasinski, aí sim o filme ganha um toque de humor, emoção e carisma.
Nos créditos finais, uma rápida cena, em Londres, nos mostra que "O noivo da minha melhor amiga" terá uma continuação. Não sei não...

Curiosidades:
Baseado no romance homônimo de Emily Giffin.

Nota: Gostei bastante de ver o John  Krasinski nesse filme. Ele bem que poderia ter ficado com a Rachel. Para quem não lembra,  John Krasinski é o Jim, que gosta da Pam no seriado The Office.


Avaliação:



Um comentário:

  1. Já vi o filme e li o livro.
    Gostei bem mais do livro =)

    ResponderExcluir