Série - Women in Love, 2011

Título Original: Women in Love
Título: Mulheres Apaixonadas
Gênero: Drama/Romance
Ano de lançamento: 2011
País de origem: Inglaterra
Direção: Miranda Bowen
Roteiro: William Ivory
Emissora: BBC
Duração por Episódio: 90 min

Sinopse: A minissérie acompanha as vidas de duas irmãs, Gudrun Brangwen (Rosamund Pike), uma artista, e Úrsula (Rachael Stirling), uma professora, que vivem em Midlands. Em busca da igualdade entre o homem e a mulher na sociedade, as irmãs buscam uma relação, a princípio sem compromissos, com seus dois melhores amigos: Rupert Birkin (Rory Kinnear), um intelectual, e Gerald Crich (Joseph Mawle), um industrial, no começo da Primeira Guerra Mundial.

Resenha:
A minisérie, estreou pela BBC esse ano e é uma adaptação de William Ivory para os livros "The Rainbow" e sua sequência "Women in Love", de DH Lawrence. Em entrevistas, Ivory conta que a produção traz elementos e personagens apresentados no livro "The Trespasser". Possui somente dois episódios de 90 min cada e Ivory conta que levou praticamente seis anos para condensar toda a história em somente 180 min.

Repleta de emoções, conquistas, sonhos, esperanças e romances, a série prendeu a minha atenção. Me peguei aflita, torcendo para que tudo desse certo para essas duas irmãs e seus pais que vão em busca de seus desejos e sonhos. Tantos encontros e desencontros... Uma busca pela liberdade que destroça a alma e o coração.
É o retrato de uma mulher liberal em uma época em que ela nada podia e na ânsia de conquistar o seu lugar e sua independência sexual, luta para não se deixar apaixonar.
Tenho que confessar que não gostei muito do final, mas depois deixei a idéia amadurecer, repensei a história e posso dizer que gostei muito da série.
A fotografia é muito bonita e tem uma ótima direção, os atores estão excelentes e vale a pena dar uma conferida.

Carinha conhecida:
Uma das irmãs é a Rosamund Pike, para quem não está se recordando, ela é a loirinha que fez "Orgulho e Preconceito", carinha super conhecida nas telinhas e telonas.




Sobre a obra literária: A primeira obra foi publicada em 1915, mas causou tanta polêmica entre a sociedade da época em função de seu conteúdo, que o livro foi levado a julgamento e acusado de obsceno, resultando em sua banimento no Reino Unido com exemplares sendo queimados.
Ele só voltou a ser vendido normalmente 11 anos depois.
Nesse meio tempo, Lawrence publicou sua sequência "Women in Love", no ano de 1920.
Em 1912 foi publicado o "The Trespasser", narrando uma história independente da trama desenvolvida nos outros dois livros.

No cinema: Ken Russel, dirigiu em 1969, sua primeira adaptação para o cinema "Mulheres Apaixonadas" que foi estrelado por Oliver Reed, Glenda Jackson, Alan Bates, Jennie Linden e Eleanor Bron, produção que deu a Jackson um Oscar. (Em breve a resenha do filme).

Avaliação:

0 comentários:

Postar um comentário