Resenha – Clássico do Mês – A Primeira Oração de Jéssica

Resenha - Livro - Primeira Oração de Jessica - Escuta EssaTítulo: A Primeira Oração de Jéssica
Autor: Hesba Stretton
Editora: Dracaena
Páginas: 152
Adicione ao Skoob

Sinopse: "Como encontrar a fé quando a vida insiste em lhe mostrar o contrário? Pode a crueldade da vida acabar com a inocência de uma criança? A Primeira oração de Jéssica é uma história de superação, amor e perdão que tem encantado milhões de leitores por todo o mundo desde sua primeira edição. Nesta obra, vocês conhecerão Jéssica, uma menina que nunca conheceu momentos de alegria. Abandonada pela mãe alcoólatra e vivendo na rua, descobre um novo significado para sua vida quando conhece o Sr. Daniel, dono de uma cafeteria. Essa amizade irá unir e mudar duas histórias completamente distintas."






Resenha A Primeira Oraçãode Jessica - Escuta Essa
A  primeira oração de Jéssica foi publicado pela primeira vez em 1866 na revista Sunday at Home e depois de um ano foi publicado no formato de livro, escrito por Sarah Smith sob o pseudônimo de Hesba Stretton.

O livro conta a história de Jessica, uma menina pobre, maltrapilha e faminta que vive nas ruas de Londres. Certo dia ela se depara com barraca de café do Sr. Daniel e ali vai se iniciando uma amizade, onde Daniel aos poucos começa a se preocupar com a vida sofrida de Jéssica, que vive de maneira miserável com sua mãe alcoólatra.

café

Certo dia após ver Daniel andando pelas ruas de Londres, Jéssica o segue e descobre que ele trabalha em um belo local, que possui um corredor acarpetado de vermelho, altos bancos de madeira de cada lado e, ao fundo, em uma plataforma, um órgão com um encantador brilho dourado.

" Depois de algum tempo, o órgão começou a tocar e Jéssica, agachando-se em seu esconderijo, ouviu maravilhada a doce música. Ela não sabia dizer o que a fazia chorar, mas lágrimas vieram tão rapidamente que foi inútil esfregar os cantos dos olhos com suas articulações duras. (…)
Ela se levantou com um sentimento de cansaço e tristeza e pensando tristemente na luz, no calor e na música que havia dentro das portas fechadas, saiu para o frio das ruas escuras e foi para casa com o coração pesado.
"
(pág. 29)

Para uma criança que não conhecia praticamente nada do mundo, a descoberta de um local novo e acolhedor desperta naturalmente uma curiosidade inocente. Acompanhamos a partir daí a história de Jéssica e das pessoas que compõem a trama.

Um história singela, escrita em 1866, retratando dogmas e diferenças sociais, onde a autora destaca a situação dos pobres que praticamente eram ignorados pela sociedade. Imodesto em colocações teístas, observamos no livro, acima de tudo, o comportamento humano em movimento através da permuta com o sobrenatural.

O enredo se apresenta como um manifesto e o conjunto, não obstante, é impulsionado pelo valor sociológico e histórico ao retratar, ativamente, o espírito da época.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa combina muito bem com o tema do livro. As orelhas do livro são simples e não possuem nenhum texto.
A diagramação é simples, as páginas são creme o que suaviza a leitura e não cansa os olhos. A fonte possui um tamanho bom e as margens são adequadas.
O livro possui 152 páginas divididas em duas partes, a primeira com dez capítulos e a segunda parte em outros dez capítulos. Os capítulos são bem curtos e a leitura é rápida.
A editora Dracaena está de parabéns pelo belo trabalho.

Avaliação:

estrelas de avaliação 3

Capas:
Jessica's First Prayer 2 Jessica's First Prayer 1 Jessica's First Prayer 3



HESBA
Sobre a autora:
HESBA STRETTON era o pseudônimo de Sarah Smith (Wellington, Shropshire, 27 de julho de 1832 – Ham, Londres, 8 de outubro de 1911), uma escritora de livros infantojuvenis inglesa. Inventou o nome das iniciais de seus cinco irmãos, mais o nome de uma aldeia vizinha.

20 comentários:

  1. Adorei esse livro!
    Resenha perfeita!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Estou com este livro mas ainda não tive tempo de ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da sinopse. Parece uma ótima leitura para refletir.
    Gostei muito da capa.
    Não conhecia esse livro, mas me interessei bastante.
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Estou te seguindo, me segue de volta?
    http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adorei a sua resenha e a capa do livro é muito bonita, mas não gosto do tema, não curto livros religiosos, acho muito chato!
    Esse eu passo rsrs

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Renata,
    Sua resenha está muito bem escrita e abordou muito bem o tema.
    Eu não costumo comprar livros que falam sobre religião e não leria esse livro, apesar dele ser um clássico.

    Abs

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia a obra, mas me interessei logo de cara, ao ler a sinopse. Gostei da resenha e fiquei com vontade de ler este livro. Talvez o ganhe de natal! \o/
    Beijos,
    Doce sabor dos livros

    ResponderExcluir
  8. Eu amei a capa deste livro e estou louca pra ler, a resenha está demais e me deu mais vontade de ter um pra mim

    ResponderExcluir
  9. Essa é segunda vez leio uma resenha desse livro e confesso que me interessei agora. Pretendo ler numa oportunidade. ;D

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  10. Essa capa e linda adorei a resenha

    ResponderExcluir
  11. Que capa maravilhosa! A Editora Dracaena arrasou hein!! :D
    Agora eu quero ler "A Primeira Oração de Jéssica", quero saber o que acontece na vida da menina, se o Sr.D vão ajudá-la (ou até adotá-la, o que seria ótimo né n_n ). Cadê o pai dela aliás? Será que a mãe dela se "conserta" na vida? Será que Jess vai começar a tocar e ter um futuro digno? Será que a felicidade vai bater na porta delas? Vou ficar com essa questões profundas e reflexivas kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Um livro curtinho, mas que promete render e emocionar :D

    @Drick_Ferreira

    ResponderExcluir
  12. Oi Rê! A resenha está perfeitamente perfeita *-* adorei a capa do livro, mas a minha favorita é aquela primeira das 3 outras capas.

    Xoxo
    http://foolishhappy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi! Esse livro desse ser lindo, emocionante! Gosto bastante de clássicos antigos, que contam histórias que não mostram um mundo perfeito, e sim a realidade que é a miséria, injustiça...
    Adorei tua resenha!

    ResponderExcluir
  14. Oi Renata!
    Acredito que esse livro deve ter "causado" na época em que foi escrito, tendo em vista que a situação dos pobres era simplesmente ignorada pelos abastados. Que bom que esse clássico não foi esquecido, e ganhou uma nova edição tão bonita.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  15. A capa é bem bonita! É a primeira resenha que leio desse livro e parece ser uma história emocionante, daquelas que fazem pensar. Por todas as descrições é realmente um clássico!

    ResponderExcluir
  16. Muito boa a resenha!
    Dá vontade de ler o livro...
    É sempre bom ler histórias de superação, que mostram que uma pessoa não deve culpar o que faz pelo que viveu...

    ResponderExcluir
  17. Nossa adorei a resenha e sempre quis ler este livro, e foi bem ler a primeira resenha dele.

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  18. Olá
    Adorei a capa do livro. A tua resenha esta ótima, me deixou curiosa com relação ao livro.

    Beijão

    ResponderExcluir
  19. A resenha tá muito boa, mas não curto livros sociológicos.... Livros com uma temática muito séria... =/
    Quando li o título imaginei outra coisa...

    ResponderExcluir
  20. este livro me parece muito bom a historia de Jessica parece ser muito tocante gostaria muito de ler este livro.

    ResponderExcluir