Resenha – Livro – Sobrevivente, Chuck Palahniuk

Sobrevivente - Resenha Escuta EssaTítulo: Sobrevivente
Título original: Survivor
Autor: Chuck Palahniuk
Editora: LeYa
Páginas: 360
Adicione ao Skoob

Sinopse:
Tender Branson sequestra um avião e decide se matar. Mas, enquanto o avião possuir combustível, ele resolve contar a história de sua vida para a caixa-preta, numa tentativa de explicar como diabos um sujeito decadente como ele quase se transformou em uma celebridade religiosa.












Banner Resenha - Sobrevivente 
Sobrevivente é o segundo livro de Chuck Palahniuk e foi relançado aqui no Brasil pela editora LeYa. É daqueles livros que você não consegue largar, a história entra em você e não esquecemos mais. Passamos boa parte da leitura imaginando… “O que será que Tender Brason irá fazer”? Ou “O que fizeram com Tender Branson?” Ou melhor “Porque Tender Branson permitiu que isso acontecesse?”

" Testando, testando. Um, dois, três.
Testando, testando. Um, dois, três.
Talvez isto esteja funcionando. Eu não sei. Se você ao menos pode me ouvir, eu não sei”.

(pág. 02)

Sobrevivente traz em suas 360 páginas contadas de trás pra frente (!) a história de Tender Brason, o último sobrevivente de uma seita religiosa, onde todos os seguidores cometeram suicídio coletivo.
Iniciamos a história com Tender Branson dentro de um avião que ele sequestrou e enquanto os motores não falham completamente, ele conta a história de tudo o que deu errado para a caixa-preta (e para o leitor que fica conhecendo sua trajetória perturbadora).

Crendice-seita religiosa-sobrevivente-escuta-essa 
Temos então uma leitura viciante, que conta sobre a vida de Tender quando ele ainda estava na seita, de como ele saiu de lá e sobreviveu no mundo, que tipo de trabalho ele realizava (aí temos interessantes dicas domésticas), como ele cuidava e deixava as plantas dos jardins sempre lindas, como ele passou a atender telefonemas de pessoas que não estavam nos seus melhores momentos e como de repente ele se tornou uma celebridade.

" – A única maneira de encontrar sua própria identidade é fazer a única coisa que os presbíteros Crentes mais o orientaram a não fazer. Cometer a maior transgressão. O pecado final. Dar as costas para a doutrina da igreja ."
(pág. 50)

Uma história repleta de ironia e sarcasmo onde Palanhniuk apresenta uma sociedade problemática, crédula em tudo o que ouve e vê, que não questiona, que é manipulada mas se sente bem assim. 
Porque acreditar e deixar sua mente ser moldada pela sociedade? Preguiça? Falta de vontade de pensar? Porque as pessoas não tem coragem de ver o mundo como ele realmente é? O mundo adulto é simples e direto? O ser humano precisa de histórias fantasiosas para continuar a ser o escravo da sociedade no seu dia a dia?


Um excelente livro, que me fez lembrar de um documentário sobre uma seita religiosa e o massacre de Jonestown.

Recomendo a leitura!

Avaliação:
estrelas de avaliação 5

Capas:
survivor-book-cover survivor_chuck_palahniuk_book__1_          Survivor


Chuck PalahniukSobre o autor: Os livros de Chuck Palahniuk são Diário, Cantiga de Ninar, Clube da Luta (que se tornou filme nas mãos do diretor David Fincher), Sobrevivente, Monstros invisíveis, No sufoco, Assombro, Rant, Snuff, entre outros. Após Clube da Luta, o autor virou um fenômeno cultuado e atende muitos de seus fãs pelo site The Cult:
chuckpalahniuk.net
De descendência francesa e russa, Chuck Palahniuk nasceu em Pasco, Washington, a 21 de Fevereiro de 1962. Vive no estado de Washington.

37 comentários:

  1. Oi Renata,
    Sua resenha está maravilhosa, muito bem escrita e com ótimas ilustrações.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre o Tender e como ele se tornou uma celebridade, realmente esse livro parece ser um espetáculo, tão bom quanto o clube da luta.
    Com certeza vou comprar ;)

    Beijos
    Carla

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    nossa que resenha mais bem feita, amei as ilustrações. Nunca tinha ouvido falar desse livro, e fiquei interessada em ler, ainda mais que vc disse q é viciante, então é bom mesmo

    http://www.lostgirlygirl.com/
    bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Rê! Amei a resenha. A capa já me conquistou de primeira e depois que eu vi que é 5 estrelinhas fiquei bem encantada. Legal o livro :)

    Xoxo
    http://foolishhappy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Nossa, esse livro deve ser realmente interessante. Gostei do enredo, e também me lembrou daquele massacre, quem sabe ele não se inspirou naquilo pra fazer uma crítica né?
    Abraços,
    Amanda Almeida

    ResponderExcluir
  5. Curiooooooooooosa!!
    Muito bem elaborada sua resenha, a história parece ser muito boa, e se é um livro que não se quer largar, apenas conclui o meu raciocínio.
    Parabéns linda!!
    Bjão
    Ni
    @ciadoleitor

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha Renata! Ainda não conhecia O Sobrevivente, mas achei a história bem interessante. Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Que super resenha, Re!
    Adorei esse livro, Sobrevivente é um livro que vou ler bem rápido, ainda mais sendo do Palahniuk, sou fã dele ;)
    Bjs
    Hanna

    ResponderExcluir
  8. Oi Re!
    Não conhecia esse livro, mas gostei bastante da sua resenha. Acho que vou colocá-lo na minha listinha de leitura. rs

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Re,
    Que resenha tudo de bom!
    Não conhecia esse livro do Palahniuk, só conhecia o Clube da Luta e agora fiquei doida pra ler esse Sobrevivente. Deve ser demais!
    Amei a sua resenha

    Bjão!

    ResponderExcluir
  10. Adorei a resenha, já vi esse livro algumas vezes na livraria, mas ele não me despertou tanta curiosidade, apesar de ler ótimos comentários sobre o autor.
    Beijos

    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro, mas o achei o enredo interessante.Boa dica e ótima resenha!!
    *bye*

    Louca por Romances

    ResponderExcluir
  12. Oi Re,
    Amei a sua resenha, principalmente porque já vi esse documentário que você citou e adoro livros com temas polêmicos, ainda mais sendo do Palahniuk.
    Adorei saber sobre esse livro, ótima indicação,com certeza vou comprar.

    Bjs pink

    ResponderExcluir
  13. Hum...o livro parece ser muito bom e emocionante, gostei de saber que tem uma gota de sarcasmo nele também. Só não gostei muito da capa, mas não devemos julgar um livro pela capa, não é mesmo?
    Beijocas!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    O tema do livro é muito interessante e já vi várias pessoas falando muito bem desse livro. Achei a capa bem legal, mas a outra capa com um rosto também é ótimo, acho que ela dá bem o clima do livro.
    Sua resenha está muito ótima!

    Bjs
    Tiana

    ResponderExcluir
  15. Oi Renata!
    Esse é um livro pelo qual eu nunca me interessaria pelo nome, sinopse e capa, mas gostei muito do conteúdo que você destrinchou na resenha, achei interessantíssimo.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  16. Palahniuk é muito bom, o cara é sempre atento, meticuloso e crítico. Pena que esse livro não virou filme ainda!

    ResponderExcluir
  17. Nunca li dada do autor, mas tenho uma curiosidade imensa de tanto ouvir falar bem. Acho interessante criticas inteligentes e com humor para o tema não ficar pesado.

    Beijos
    @LeitoraIncomum
    www.leitoraincomum.com

    ResponderExcluir
  18. oi amoreeeeee
    ja estou te seguindo
    seja sempre bem vinda em meu bloggg
    beijos florrrrr
    http://zilandramakes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá
    Gosto muito da maneira de como o Palahniuk escreve seus livros. Comprei esse livro essa semana e a leitura está perfeita!
    Parabéns pela sua resenha está ótima
    abs

    ResponderExcluir
  20. Não conhecia o livro, mas curti demais a resenha! Pelo visto parece ser uma leitura bem descontraída, algo que estou precisando urgentemente. Aliás, nunca li nenhuma resenha do blog, essa é a primeira. Curti!

    Beijos.
    Visita?
    docesabordoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro... e ainda dizem que blog literário não serve para nada... tsk tsk tsk
    Enfim, gostei da história, quem sabe um dia eu crio cismo e leio.

    Bjin

    ResponderExcluir
  22. Oi Rê!
    Tem pouco tempo que vi esse documentário, achei tão doido, tão assustador que isso aconteça...
    Achei a abordagem desse livro muito boa, por isso que gosto de ler resenha pq se fosse pela capa dele, nem o pegaria na mão kkkkk
    Bjocas e bom feriado =D

    ResponderExcluir
  23. Oi Rê!
    Apesar de você ter gostado, não tenho vontade de ler esse livro... Mas gostei das questões que você levantou no final. Acho que a sociedade precisa de histórias fantasiosas sim. Eu, pelo menos, aproveito a leitura para escapar do dia-a-dia.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  24. Oi Rê! Eu não leria este livro pela capa, nem pelo nome, mas lendo sua resenha, percebi que traz um enredo bem interessante, gostei bastante da ideia de começar pelo fim. Parabéns pela resenha.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  25. Oi!
    Esse livro parece ser interessante. Não o conhecia, mas fiquei interessado. E pelo o que você disse, o autor escreve muito bem.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  26. Já ouvi criticas muito boas sobre esse livro, está na minha listo de desejados a tempo!

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  27. Minha prima esta louca por esse livro e por sequencia eu tbm kkkk'
    Adorei a resenha e me interessei mais ainda ^^
    Beijos
    Brubs

    ResponderExcluir
  28. Olá!
    Venho aqui exclusivamente para te convidar para participar do sorteio que estarei realizando juntamente com o blog Daily of Books, em comemoração ao 1º aninho desse super blog que é um grande parceiro dos novo autores nacionais.
    O sorteio acontecerá dia 15 de dezembro e valerá meu livro "Raptores 2" e os ebooks "Tempo Paralelo" e "Romances em Fragmentos" - tá muito fácil de concorrer ^^
    Acesse: http://patkovacs.blogspot.com.br/2012/11/promo-1-ano-do-blog-daily-of-books.html
    E boa sorte \o/

    ResponderExcluir
  29. Nossa, nunca li um livro desse autor, mas sua resenha me deixou interessada.
    Adoro esses tipos de livros que me fazer grudar e não querer mais largar, rs
    Espero lê-lo logo ;*

    ResponderExcluir
  30. Sempre fui louca para ler um livro do Chuck
    quero muito ler esse livro.
    ótima resenha
    bjos

    ResponderExcluir
  31. Quando vi esse livro pensei que era alguma coisa relacionado com manual relacionado com avião e lendo sua excelente resenha vejo que não é nada disso. e a estória parece muito boa, curiosa

    ResponderExcluir
  32. Não conhecia a história nem o autor, parece ser muito bom e "diferente", fiquei super curiosa com essa coisa da historia ser de tras pra frente, e ele fazer parte de uma seita.
    Ja add nos meus desejados rs.

    bjoo

    ResponderExcluir
  33. Oi,Re!
    Esse livro parece realmente fantástico. E a história é muito contundente mesmo. Vemos tantas histórias como essas em vários segmentos da mídia,né. Gosto da capa e achei a resenha bem instigante. Vou adicioná-lo à minha estante.
    Bjs!
    Zilda
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  34. Que livro fantástico! Preciso ler ;D
    Adorei a resenha e adoro as ilustrações também.

    Lucas / Era uma vez

    ResponderExcluir
  35. Existem autores que ainda não li, porém têm um apelo tão grande em minhas retinas que não sei explicar o porquê. Haruki Murakami é um, John Ajvide Lindqvist é outro e Chuck Palahniuk faz parte desta turminha. São autores com obras ímpares e consagradas. E se estiverem indicados e recomendados pelo Escuta Essa, melhor ainda. Quero muito ler este livro, agora mais do que nunca. Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  36. Não é o estilo de livros que eu costumo ler, mas até que a história me atraiu! Adoro um bom drama, suspense... mas romances ainda são meus preferidos!

    ResponderExcluir
  37. OMG! Um suicida que sequestra um avião... CHOCANTE :P
    Uma seita que fez um suicídio coletivo... MAIS CHOCANTE AINDA! rsrs
    Estou curiosa pra saber o que levou Tender a fazer essa loucura e mais importante...será que ele vai até o fim? huahua Eu é que não queria estar nesse avião XD
    Tender me parece ser uma personagem crítico, e apesar do que fez, racional (WHAT!?), já que ele vive numa sociedade submissa, posta sobre "cabresto" kkkkk
    Adorei a arte da capa! :D

    ResponderExcluir