Resenha – Não Voltarás, de Hans Koppel


Resenha - Livro Não voltarásTítulo: Não Voltarás
Autor: Hans Koppel
Editora: Verus

Sinopse: Mike Zetterberg vive com a esposa Ylva e a filha do casal numa pequena cidade praiana na Suécia. Uma noite, Ylva não volta para casa depois do trabalho. Mike acredita que ela só foi tomar um drinque com as amigas, mas, quando ela não aparece na manhã seguinte, ele começa a se preocupar. Enquanto Mike lida com as suspeitas da polícia e com o próprio desespero, ele nem desconfia de que sua esposa está viva e a apenas alguns passos de casa, presa num porão do outro lado da rua, atraída para uma trama horripilante de punição e vingança. Uma câmera de vigilância lhe permite ver sua família pela tela da TV. Eles não podem vê-la — e certamente não podem escutar seus gritos desesperados de socorro... Não voltarás é um livro eletrizante, que vai prender os leitores da primeira à última página.



Banner Resenha - Não Voltarás 
Não voltarás é um livro tenso, angustiante e em algumas momentos me deixou com a respiração suspensa. Precisei de alguns dias para digerir essa história e começar a resenha.

Ylva mora com seu marido e sua filha em uma pequena cidade, tem um emprego normal e as vezes sai com seus colegas de trabalho para drinque no final do dia. Sua vida amorosa não está muito boa, mas eles estão tentando se acertar, mesmo depois de Ylva ter traído Mike, seu marido. Apesar de tudo, Mike gosta de Ylva, sabe que ela tem problemas de auto-estima e ambos tentam dar uma segunda chance ao casamento.
Certo dia Ylva avisa que após o trabalho irá sair com os amigos para um drinque, Mike não gosta muito da ideia, mas tem que aprender a confiar novamente na esposa, mesmo que isso o deixe angustiado. Quando o tempo passa e ela não aparece, Mike começa a ficar preocupado… Quando o dia amanhece e ele nota que Ylva não apareceu e nem deu notícias, Mike resolve ligar para os amigos dela e nenhum deles sabe onde Ylva está. Mike entra em contato com a polícia e avisa sobre o desaparecimento da esposa.

"A vítima fica confusa e começa a reavaliar o perpetrador, a ponto de negar os ataques anteriores. O perpetrador só estava fazendo o que precisava fazer. A vítima o compreende. Ela começa a enxergar sua situação como normal e autoinfligida”
(pág. 152)

Em paralelo vamos acompanhando o que está acontecendo com Ylva, que, após o trabalho, não foi tomar um drinque com os amigos, mas acabou pegando uma carona com os novos moradores que vão morar em frente a casa de Ylva.

Porão - Não voltarás
Durante toda a história vamos acompanhado tudo o que acontece com Ylva, seu cativeiro, as torturas físicas e psicológicas pelas quais ela passa, a angustia de poder ver a sua família pela câmera de segurança que seu sequestrador colocou em seu cativeiro e não poder fazer nada… seus gritos que não podem ser ouvidos por ninguém além dela mesma… e aos poucos vamos descobrindo quem é o seu carrasco e suas motivações.

Seu marido mantém a busca e tenta de todas as formas encontrar a esposa, as suspeitas também recaem sobre ele, “o marido traído”, e ele também tem que dar explicações para a filha pequena. O tempo passa e nenhuma notícia surge, ninguém viu nada… ninguém sabe de nada.Ylva simplesmente sumiu no curto caminho do trabalho para casa.

Os dias passam, se tornam meses... Anos... e nenhuma notícia.

Um dia, finalmente Ylva arma um plano contra o seu sequestrador…

O livro é intenso e o final revelador!

A vontade de falar abertamente sobre o final é grande, recomendo a leitura para quem gosta thrillers psicológicos fortes.

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa é bem intrigante e passa a sensação de isolamento, solidão e desespero. O título do livro, o nome do autor e todo o texto encontrado na capa, possui aplicação de verniz. Nas orelhas do livro encontramos um pouco sobre a história e sobre o autor. A diagramação interna é simples, mas muito bem cuidada. As páginas foram impressas em papel cor creme o que suaviza a leitura e não cansa os olhos. A tipologia usada possui tamanho bom e as margens são adequadas. O livro possui 294 páginas divididas em 63 capítulos.
Parabéns para a editora Verus pelo ótimo trabalho.

Capa:
kommer-aldrig-mer-igen

Hans Koppel
Sobre o autor:
é o pseudônimo de um conhecido escritor sueco, Petter Lidbeck, que nasceu em 1964 e mora em Estocolmo.

14 comentários:

  1. Muito Bom! Parabéns. Sucesso. http://truquedevida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ulisses
      Que bom que gostou da resenha, obrigada :)
      O livro é muito bom

      Excluir
  2. Oi Renata :)
    Manter uma câmera de vigilância no cativeiro, que permite à sequestrada ver sua família pela tela da TV é um verdadeiro requinte de crueldade, o livro deve ser mesmo tenso!
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elis
      É bem tenso sim, vale a pena ler ;)

      Excluir
  3. Oi Renata,
    Não sou muito fã de thrillers psicológicos, mas mesmo assim fiquei curiosa , para saber quem seqüestrou Ylva e se ela consegue escapar do cativeiro.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marla
      A história do porque de tudo isso é interessante, mas não justifica o sequestro da Ylva... no meu ponto de visto, claro ;)

      Excluir
  4. Meu deus, fiquei agoniada só lendo a resenha, imagina lendo o livro! Parece ser um thrillers psicológicos bem trabalhado, achei mega interessante!

    Parabéns pela resenha!

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele
      É muito interessante sim e li super rápido rsrs

      Excluir
  5. Parece ser um livro bastante interessante
    Mas não faz muito meu estilo
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Oi Angela
      O livro é muito bom e para quem curte um super Thriller, vale a pena ler ;)

      Excluir
  6. Oiee ^^
    Já ouvi falar desse livro e li algumas resenhas dele, mas não é um gênero que eu goste muito, então não o lerei tão cedo.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá Re!
    Esse livro deve deixar o leitor de cabelos em pé de tanta aflição. Um thriller de suspense onde o protagonista é mantido em cativeiro e vive um terror psicológico, nos afeta certamente.
    Gostei muito da dica e sua resenha me encheu os olhos.

    Bjos
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  8. Esse livro me parece ser muito horripilante, sabe?
    Por mais curiosa que eu fique em relação ao final e por melhor que o livro seja, eu não o pegaria para ler ): Pois livros assim me deixam com uma tremenda ressaca literária.
    Beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir