sexta-feira, setembro 06, 2019

Resenha - A Pequena Livraria dos Sonhos, Jenny Colgan - Editora Arqueiro

Título: A Pequena Livraria dos Sonhos (The Little Shop Of Happy Ever After)
Autor: Jenny Colgan
Editora: Arqueiro

Sinopse: Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas – ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Mas, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, Nina não tem ideia do que fazer. Então, um anúncio de classificados chama sua atenção: uma van que ela pode transformar em uma livraria volante, para dirigir pela Escócia e, com o poder da literatura, transformar vidas em cada lugar por que passar. Usando toda a sua coragem e suas economias, Nina larga tudo e vai começar do zero em um vilarejo nas Terras Altas. Ali ela descobre um mundo de aventura, magia e romance, e o lugar aos poucos vai se tornando o seu lar. Um local onde, talvez, ela possa escrever seu próprio final feliz.








Pequena Livraria dos Sonhos, da autora Jenny Colgan, publicado pela Editora Arqueiro, abre o novo selo chamado “Romances de Hoje”

Sabe aquele livro super fofo, que você lê e nem percebe que o tempo está passando porque a leitura flui com uma facilidade tão grande que quando você vê, a história está terminando e você fecha o livro com um suspiro agradecido.
É assim o livro da Jenny Colgan, ela possui a magia de contar uma boa história na ponta dos dedos, faz a gente se importar com os personagens, com suas lutas e suas superações. A mocinha é forte, apesar de se sentir frágil com a mudança de sua vida, ela não se deixa abater, acredita e corre atrás do prejuízo. 
Fechou-se uma biblioteca, abre-se uma van literária :)
Super recomendo esse livro.

Em A Pequena Livraria dos Sonhos, temos como personagem principal a Nina, que ama trabalhar em uma biblioteca, ajudando as pessoas com seus livros. Como nem tudo são flores, ela recebe a notícia de que a biblioteca vai fechar, e como ela não gosta muito de mudanças, isso a tira completamente da sua zona de conforto. A biblioteca permite que levem alguns livros e Nina não pode deixá-los por lá e os leva para o apartamento que divide a quatro anos com a amiga. Nina tem tantos livros que eles quase que se tornam uma terceira pessoa no apartamento.

Todos nós apaixonados por livros, sabemos muito bem como é isso, de ter em casa pilhas e mais pilhas de livros, principalmente quando alguém diz, "pode levar esses livros que não vou querer", nesse momento ligamos a alerta vermelho e precisamos socorrer aqueles pobres livrinhos e colocá-los em um ambiente seguro. Eu sou assim também e já me identifiquei imediatamente com a Nina e a sua coleção de livros.

Alguns funcionários serão mandados embora e outros transferidos, claro que isso abala Nina e a deixa sem chão. Por outro lado ela começa a pensar em seu sonho de abrir uma livraria, mas mesmo com a sua rescisão ela não terá dinheiro suficiente para manter toda a estrutura de uma livraria, então ela pensa em uma livraria itinerante e vê um anúncio de uma van, ela acredita que esse será o seu momento, um ponto de partida para a sua aventura.


Depois de alguns acontecimentos, Nina é levada a Kirrinfief, onde encontra a sua van e se instala na pequena cidade para realizar o seu sonho de vender livros. É lá que Nina vai descobrir uma ambiente bem diferente da cidade grande, vai conhecer pessoas maravilhosas, outras mais rabugentas, cada um com uma característica diferente, em um ambiente mais acolhedor, mais humano e muito mais alegre.

"Ao silêncio te abalança,
guarda anseios e esperanças
em teu abismo de estrelas,
lá, onde brilham qual velas,
contempla na alma sagrada,
contempla sem dizer nada!"
(pág. 106)

O ambiente perfeito para o novo momento de sua vida, onde tudo mudou completamente, sua casa, seu emprego, está investindo em um sonho e quando fazemos algo com amor e alegria, muitas coisas boas podem acontecer e é exatamente assim a história de Nina.

Gostei muito da protagonista ter essa vida tão envolvida com livros, recomendar esse ou aquele livro para tal pessoa, viver realmente uma vida literária.

Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Jenny Colgan e confesso que apreciei demais a forma como ela elabora a trama e cria os personagens fazendo com que o leitor se importe com cada um deles, a sensação que eu tive ao final da leitura, era que eu conhecia eles, como se fossem amigos meus também. A escrita dela é fluída, divertida e envolvente,  Jenny criou uma história que toca o coração da gente com a sua doçura. Um livro para ler e se apaixonar!!

Esse livro faz parte do selo "Romances de Hoje"

Capas internacionais:



Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa é fosca com aplicação de verniz (brilho) no grafismo e no título do livro. O nome da autora e alguns detalhes da capa possuem um brilho laminado rosa, maravilhoso. A diagramação interna está muito bem cuidada, o início de cada capítulo possui uma silhueta de uma garota sentada com livros e em alguns intervalos do texto, temos um desenho de uma van. As páginas foram impressas em papel off-white, o que suaviza a leitura e não cansa os olhos. O livro possui 304 páginas divididas em 36 capítulos e agradecimentos.
Parabéns para a editora Arqueiro pelo maravilhoso trabalho.


Sobre a autora: JENNY COLGAN nasceu em 1972, na Escócia, e é autora de comédias românticas, ficção científica e histórias infantis. Seus mais de 25 livros foram publicados em dezenas de países e já venderam mais de 3 milhões de exemplares. Jenny adora bolo, Doctor Who e livros muito, muito longos, quanto mais longos melhor. Mora em Edimburgo com o marido, os três filhos e seu cachorro Nevil.

3 comentários: