sexta-feira, dezembro 03, 2021

Resenha Literária – O Terceiro Gêmeo, de Ken Follett

Título: O Terceiro Gêmeo
Título Original: The Third Twin
Autor: Ken Follett
Páginas: 464
Ano: 2021
Editora: Arqueiro

Compre aqui
(Comprando pelo link de afiliado você apoia o blog EscutaEssa sem gastar nada a mais por isso)


















Banner Resenha - O terceiro gêmeo

Um livro do Ken Follett é sempre a escolha certa para uma leitura espetacular!
   

Ken Follett nos apresenta um enredo muito interessante, envolvente e inteligente, repleto de suspense, mistérios e reviravoltas que você não vai conseguir largar até concluir a leitura. As histórias de Ken Follett têm o dom de entrar na sua cabeça e ficar por lá, fazendo você perder noites de sono porque a vontade de concluir a leitura é maior que o sono. As páginas vão voando, e, quando você vê, o dia já amanheceu e você nem reparou.

Em O Terceiro Gêmeo temos a geneticista Jeannie Ferrami que estuda gêmeos idênticos que foram criados longe um do outro e analisa as suas semelhanças de comportamento e suas tendências. Até onde um gêmeo criado no mesmo ambiente pode influenciar ao outro? E quando criados longe terão os mesmos gostos e tendências de comportamento? Dentro desse estudo pra lá de interessante Jeannie faz uma descoberta intrigante: dois jovens que nasceram em dias diferentes, de mães diferentes e com perfis completamente diferentes, são gêmeos idênticos e possuem o mesmo DNA!!
Como podem ser gêmeos idênticos de mães diferentes? Tem algo muito estranho acontecendo. 

O Terceiro Gêmeo personagem

Um dos gêmeos, Dennis Pinker é um assassino condenado e o outro, Steve Logan é um tranquilo estudante de Direito, mas de repente tudo muda quando Steve é acusado de agressão sexual. Jeannie não acredita que Steve tenha feito algo assim, suas pesquisas não apontam nenhuma tendência para esse tipo de comportamento, e, acreditando em seus estudos, Jeannie vai em busca da verdade.

Nesse momento a trama fica repleta de conspirações, segredos e mistérios, não ficamos presos somente na descoberta do que pode ter acontecido, vários temas são apresentados no desenrolar da história, mostrando uma sociedade praticamente deteriorada em todos os seus sistemas.

O livro é excelente, Ken Follett como sempre acerta em cheio na história, trazendo um tema polêmico e controverso, que gera muitos debates de forma genial! Esse livro foi lançado originalmente em 1996 e até hoje o tema sobre clonagem, DNA e estudos de personalidades continua atual e gera opiniões controversas. 

O curioso é que, antes de ler esse livro assisti um documentário chamado “Três Estranhos Idênticos” que possui uma história próxima com a que temos nesse livro (lembrando que eu disse próxima), mas que vale muito a pena assistir.

 
1c60fb30-197f-40a3-a04f-91277afd6c5a.__CR0,0,970,300_PT0_SX970_V1___  

Vamos falar um pouco da parte técnica do livro?
A capa possui aplicação de verniz (brilho) no nome do autor e no título do livro.  A diagramação é caprichada e bem cuidada. As páginas foram impressas em papel creme, o que suaviza a leitura e não cansa os olhos, com tipologia adequada o que facilita a leitura. O livro possui 464 páginas.
Parabéns para a editora Arqueiro pelo maravilhoso trabalho. 

Curiosidades:
- O livro deu origem ao filme de mesmo nome, O Terceiro Gêmeo (The Third twin)
Filme O Terceiro Gêmeo

Capas:
The Third Twin 1   The Third Twin 3   The Third Twin 2     

Ken Follett - Escuta EssaSobre o autor: Ken Follett irrompeu no cenário da literatura aos 27 anos, com O buraco da agulha, thriller premiado que chegou ao topo das listas de mais vendidos em vários países. Depois de outros sucessos do gênero, surpreendeu a todos com Os Pilares da Terra, um romance sobre construção de uma catedral na Idade Média que, até hoje, mais de vinte anos após seu lançamento, continua encantado o público mundo a fora. Pela Arqueiro, publicou também a trilogia “O Século” e toda a sua obra já vendeu mais de 150 milhões de exemplares no mundo. O autor vive na Inglaterra com a mulher, Barbara Follett.

1 comentários:

Coisas de Feltro disse...

Ken Follett está na minha lista, mas ainda não tive oportunidade.
Beijinhos
Coisas de Feltro